Futebol

Premier League é responsável pelas transferências mais caras da janela

Quatro das cinco recordistas da temporada 2021/22 vieram de clubes do futebol inglês

18 de agosto de 2021 às 16:06 por | -- comentário(s).


Jack Grealish
Jack Grealish é a contratação mais cara da janela de verão 2021/22 até aqui (Divulgação/Manchester City)

A janela de transferências de verão na Europa está se encaminhando para sua reta final. Em alguns dias, teremos o deadline day, últimas 24 horas para contratações, momento muito aguardado, mas que não é responsável por compras astronômicas.

Portanto, já podemos dizer que a Premier League é a grande protagonista da janela no quesito dinheiro gasto, ainda que tenha sido o PSG o responsável pela contratação mais bombástica da janela - e dos últimos anos: Lionel Messi.

De acordo com o site especializado em finanças no futebol, Transfermarkt, quatro das cinco maiores contratações feitas até hoje (18 de agosto) nesta janela de transferências foram realizadas por clubes ingleses da primeira divisão (o PSG é o intruso da lista). 

A seguir, confira quais são elas e quanto cada um dos gigantes da Inglaterra desembolsou para realizar!

5. Ben White - Arsenal (R$ 365,7 milhões)

A defesa do Arsenal é um dos problemas dos últimos anos e a diretoria tenta resolvê-lo com Ben White, jovem zagueiro de 23 anos que custou 58,5 milhões de euros (R$ 365,7 milhões) aos cofres dos Gunners. O jogador pertencia ao Brighton, mas fez uma ótima temporada passada pelo Leeds United.

White se destaca pela versatilidade, podendo atuar também como lateral-direito e até mesmo como primeiro volante. Mesmo jovem, já tem duas convocações para a seleção da Inglaterra e agora tenta mais um sucesso, agora no maior desafio de sua carreira.

4. Achraf Hakimi - PSG (R$ 375,1 milhões)

A história de Hakimi é interessante. Criado no Real Madrid, foi duramente criticado ao ser lançado no time profissional. Emprestado ao Borussia Dortmund, se destacou na Bundesliga e foi vendido à Inter de Milão, onde sagrou-se campeão da Serie A em 2020/21. Isso tudo com apenas 22 anos de idade!

Agora, ele se prepara para começar a era PSG, no momento em que o clube francês monta, possivelmente, o seu melhor time da história. E chega já para ser titular, afinal, o Paris há tempos vivia com problemas na lateral direita. Seu valor é tanto que o clube desembolsou 60 milhões de euros (R$ 375,1 milhões) para tê-lo.

3. Jadon Sancho - Manchester United (R$ 531,5 milhões)

O Borussia Dortmund também está envolvido na negociação de Jadon Sancho com o Manchester United, mas, desta vez, o clube alemão ganhou algo com a saída de uma peça do elenco, e a grana foi muito boa. Por 85 milhões de euros (R$ 531,5 milhões), o meia foi vendido, sendo o terceiro maior negócio até o momento.

Com apenas 21 anos, Sancho era o grande responsável pelas jogadas criativas do Dortmund, com dribles curtos e uma capacidade incrível de servir seus companheiros. Se repetirá isso no United não sabemos, mas ele tem tudo para conseguir fazer.

2. Romelu Lukaku - Chelsea (R$ 719 milhões)

A atual campeã italiana Inter de Milão não perdeu apenas Hakimi na janela, como também se despediu do seu artilheiro, Romelu Lukaku, que decidiu retornar ao Chelsea, clube que o contratou em 2011 e que deixou em 2014 após vários empréstimos.

Como Timo Werner não engrenou, o Chelsea decidiu contratar novamente o belga, agora por um “pequeno” valor de 115 milhões de euros (R$ 719 milhões), e ele deve, com certeza, ser o titular de Thomas Tuchel na temporada.

1. Jack Grealish - Manchester City (R$ 734 milhões)

Até que demorou para que Jack Grealish saísse do Aston Villa. Há anos, o ponta-esquerda é destaque da equipe que não disputa muita coisa a nível nacional. Com 25 anos, ele finalmente partiu para o Manchester City, que desembolsou 117,5 milhões de euros (R$ 734 milhões) para tê-lo a partir desta temporada.

Presença quase certa nas convocações da Inglaterra, Grealish é o tipo de jogador que Guardiola gosta para jogar pelos lados do campo e tem um futuro promissor no Manchester City.