Futebol

Seleção do Brasileirão 2021 vale ‘meio Maguire’; veja comparação

Defensor inglês é o zagueiro mais caro da história do futebol

23 de novembro de 2021 às 14:34 por | -- comentário(s).


A vida do Manchester United não está fácil. Vindo de duas goleadas seguidas (4x0 diante do Liverpool e 4x1 contra o Watford), os Red Devils perderam Ole Gunnar Solskjaer, demitido do cargo de treinador. E, para um jogador específico, a situação está sendo bem mais terrível: Harry Maguire.

Expulso em (mais um) lance bizarro contra o Watford, quando o United ainda esboçava sinais de reação, o zagueiro e capitão foi flagrado, horas depois, curtindo a noitada inglesa com amigos em um bar. Apesar de ser bastante elogiado pela mídia local, a real é que o defensor não engrenou desde que chegou a Manchester e coleciona trapalhadas inexplicáveis.

E todo esse peso em Harry Maguire tem um motivo: ele é, até hoje, o zagueiro mais caro da história do futebol. Contratado do Leicester em 2019, o inglês foi uma aposta muito alta do United, que pagou 87 milhões de euros (valor maior do que o desembolsado pelo Liverpool em Virgil van Dijk, eleito o melhor jogador da Europa, recentemente).

O preço inflado na compra de Harry Maguire, que não justifica em campo o valor desembolsado por seu clube, não é uma exclusividade e sequer é novidade na Europa, mas sempre levanta um questionamento: será que alguns jogadores valem mesmo tanto assim?

Para ilustrar isso, montamos a atual seleção do Brasileirão 2021 (até a 35ª rodada) de acordo com o Bola de Prata da ESPN, uma das premiações mais conceituadas do país e comparamos quanto ela vale. O resultado? Um pouco mais do que METADE do que Maguire custou ao Manchester United.

Atualmente, a seleção Bola de Prata do Brasileirão é composta por: Éverson (Atlético-MG, 3 milhões); Aderlan (Red Bull Bragantino, 800 mil), Léo Ortiz (Red Bull Bragantino, 4 milhões), Junior Alonso (Atlético-MG, 6 milhões) e Guilherme Arana (Atlético-MG, 8 milhões); Edenílson (Internacional, 3 milhões), Willian Arão (Flamengo, 5 milhões), Raphael Veiga (Palmeiras, 4,5 milhões) e Nacho Fernández (Atlético-MG, 6 milhões); Hulk (Atlético-MG, 2,5 milhões) e Bruno Henrique (Flamengo, 4,5 milhões).

Todos os valores estão em euros e foram retirados do Transfermarkt, site especializado em finanças do futebol. Somando, este time custa 47,3 milhões de euros, 54,3% do valor pago pelo United ao Leicester por Maguire.

Quem mais é tão caro quanto o time do Brasileiro?

Valores de compra inflacionados não são uma exclusividade de Manchester United e Harry Maguire. Isso tem se tornado comum nos últimos anos na Europa e tem resultado em alguns episódios difíceis de explicar. Abaixo, confira uma lista de transações que foram mais caras que a seleção do Brasileirão 2021 e que não deram o retorno esperado:

  • Romelu Lukaku (Manchester United) - 84,7 milhões de euros
  • Philippe Coutinho (Barcelona) - 135 milhões de euros
  • Ousmane Dembélé (Barcelona) - 135 milhões de euros
  • Thomas Lemar (Atlético de Madrid) - 72 milhões de euros
  • Eden Hazard (Real Madrid) - 115 milhões de euros
  • Antoine Griezmann (Barcelona) - 120 milhões de euros
  • Luka Jovic (Real Madrid) - 63 milhões de euros